Teresina - PI

Teresa Britto diz que líderes do PV infiéis ao partido serão punidos

"E para federal tinha toda uma preocupação por conta da cláusula de barreira. Mas, em alguns diretórios não tivemos votos do próprio partido”, disse a vereadora.

Germana Chaves
Teresina
31/10/2018 17h20 - atualizado 17h51

A deputada eleita, a vereadora Teresa Britto – presidente do PV no Piauí –prometeu ser rígida com os ‘aliados’ que não apoiaram o partido nestas eleições. Ele esclareceu que nos diretórios onde os candidatos do partido, fossem eles proporcionais ou executivo, não tivemos votos, os líderes desses diretórios serão destituídos e substituídos com outros que estejam comprometidos com os interesses do partido.

“Por exemplo, nós tivemos um candidato majoritário do PV, que foi o dr. Luiz Ayrton que era vice do senador Elmano. Tivemos candidatos para deputado federal e estadual. E para federal tinha toda uma preocupação por conta da cláusula de barreira. Mas, em alguns diretórios não tivemos votos do próprio partido”, disse a vereadora.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereadora Teresa BrittoVereadora Teresa Britto

Britto disse ainda que os dirigentes de alguns diretórios já foram substituídos. “Alguns já foram retirados e estamos buscando outros grupos políticos para fazermos as substituições. Quem não esteve conosco tenha certeza que não vai continuar”, avisou Teresa.

Mais conteúdo sobre: