Teresina - PI

Teresa Britto vai propor audiência para discutir situação do Rio Poti

A parlamentar fez críticas ao Estado e ao Município, que, segundo ela, não estão atuando para reverter a situação.

Thais Guimarães
Teresina
17/01/2020 11h06 - atualizado 11h10

A deputada estadual Teresa Britto, presidente estadual do Partido Verde (PV), vai tomar providências quanto a proliferação de aguapés no Rio Poti. Em entrevista ao GP1 na manhã desta sexta-feira (17), a parlamentar fez críticas ao Estado e ao Município, que, segundo ela, não estão atuando para reverter a situação.

Segundo Teresa Britto, no final do ano passado houve uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), onde foi discutido o tema. “Solicitamos providências, tanto por parte do Estado quanto por parte do Município, mas infelizmente até agora nada fizeram. Acho que estão esperando a chuva encher o rio para levar os aguapés”, criticou.

  • Foto: Alef Leão/GP1Deputada estadual Teresa BrittoDeputada estadual Teresa Britto

A vice-presidente nacional do PV ressaltou que é imprescindível a fiscalização para se apurar quem joga dejetos no rio. “Os esgotos são jogados por residências e por algumas empresas, de acordo com denúncias, e o acúmulo de nutrientes faz com que os aguapés se proliferem de forma muito rápida. As galerias de esgoto têm que ser retiradas e tem que ser punido quem estiver jogando dejetos no rio, e é preciso uma ação conjunta de Estado e Município”.

Por fim, Teresa Britto informou que irá propor uma nova audiência pública na Alepi. “Vamos propor outra audiência no início de fevereiro, para que esse assunto não fique parado”, finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Temporada de aguapés acende sinal de alerta no Rio Poti em Teresina

Mais conteúdo sobre: