Teresina - PI

Teresina é quarto lugar em todo Brasil em rede de assistência social

O índice, que é referente ao ano de 2019, foi de 4,02, sendo que a nota máxima é de 5. O número é superior a 2018, quando Teresina alcançou a nota de 3,67.

Wanessa Gommes
Teresina
22/09/2020 20h10 - atualizado 20h16

Dados divulgados pelo Governo Federal, através Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS), mostram que a rede socioassistencial de Teresina alcançou o quarto lugar no ranking nacional definido pelo IDCRAS, que indica a qualidade dos serviços oferecidos pelos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).

O índice, que é referente ao ano de 2019, foi de 4,02, sendo que a nota máxima é de 5. O número é superior a 2018, quando Teresina alcançou a nota de 3,67.

Para Janaína Carvalho, secretária municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), o resultado é fruto do trabalho coletivo e contínuo. "A política de Assistência Social no município alcança um destaque nacional importante em virtude de um trabalho coletivo, contínuo e comprometido com a qualidade na oferta dos serviços aos usuários. Esse trabalho da Assistência Social garante às famílias mais vulnerabilizadas não só o atendimento nos 19 CRAS espalhados pela cidade de Teresina, mas a certeza de que terá o acolhimento necessário e a resposta para sua demanda", afirmou.

O IDCRAS se baseia em três eixos de qualidade: estrutura física, recursos humanos e serviços e benefícios, tendo Teresina alcançado, respectivamente, as notas 4, 4,7 e 3,36. Entre as unidades socioassistenciais teresinenses, o CRAS Sul I atingiu resultados mais positivos, com nota máxima nas três categorias.

"Esses dados apontam que a nossa cidade tem uma oferta de serviço na área da Assistência Social que vai desde o credenciamento do Bolsa Família, serviços de fortalecimento de vínculos para crianças, idosos e pessoas com deficiência, passe livre, obtenção da carteira de trabalho. Além dos atendimentos nos Centros de Convivência que alcançam as famílias que necessitam de informações e encaminhamentos para outras políticas públicas na área da saúde e educação. É um espaço de referência do território em que a população acessa para ter a garantia de seus direitos", destacou a secretária executiva do Sistema Único de Assistência Social (Suas), Mauricéia Carneiro.

O diagnóstico é definido pelos dados do Censo Suas e pelos Registros Mensais de Atendimento (RMAs) referentes ao ano anterior à divulgação do ranking.

Mais conteúdo sobre: