Política

Themístocles diz que reforma da Previdência vai ser votada amanhã

A maioria dos parlamentares é favorável a proposta, apenas Marden Menezes (PSDB), Gustavo Neiva (PSB), Lucy Soares (PP) e Teresa Britto (PV) se manifestaram contra a urgência na votação.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
10/12/2019 12h53 - atualizado 13h01

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), o deputado estadual Themístocles Filho (MDB), confirmou ao GP1 nesta terça-feira (10), que a votação da PEC 03/2019 (Proposta de Emenda Constitucional) da reforma da Previdência vai acontecer nesta quarta-feira (11).

A Assembleia Legislativa vai realizar às 8h30 uma audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), com a participação de representantes de sindicatos, com o objetivo de discutir as mudanças na previdência.

  • Foto: Alef Leão/GP1Themístocles FilhoThemístocles Filho

Logo após a audiência, os deputados já querem aprovar a proposta na CCJ e depois pretendem colocar ela em votação no plenário. “Vai ter uma audiência pública e depois a Assembleia vai votar. Em plenário eu não sei se vai acontecer essa votação umas 14h ou 15h da tarde, mas vai acontecer amanhã a votação em plenário”, afirmou Themístocles.

A maioria dos parlamentares é favorável a proposta, apenas Marden Menezes (PSDB), Gustavo Neiva (PSB), Lucy Soares (PP) e Teresa Britto (PV) se manifestaram contra a urgência na votação e pediram maior prazo para discussão da proposta.

Sobre as críticas em relação a votação, Themístocles Filho afirmou que o governo estadual está apenas seguindo as mudanças realizadas pelo governo federal. “Estamos fazendo o que o governo federal fez. A legislação federal é maior que a estadual, então estamos fazendo uma adequação”, disse Themístocles Filho.

A reforma

Wellington Dias encaminhou no dia 3 de dezembro para a Alepi o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que “altera a disciplina do Regime Próprio de Previdência Social no âmbito do Estado do Piauí, prevê transição, disposições transitórias e dá outras providências” e o Projeto de Lei n° 53/2019.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Toffoli derruba liminar e autoriza votação da Previdência na Alepi

Alepi recorre contra decisão do TJ que suspendeu votação da Previdência

Policiais civis protestam contra reforma da Previdência na Alepi

Desembargador suspende votação da reforma da Previdência na Alepi