Teresina - PI

TRE-PI recebe 12 veículos para municípios sem cartório eleitoral

Os veículos custaram R$ 850 mil ao Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.

Jeyson Moraes
Teresina
Willyam Ricardo
Teresina
18/02/2020 13h22 - atualizado 13h23

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, desembargador Paes Landim, realizou na manhã desta terça-feira (18) a entrega de mais 12 veículos para os municípios do estado que não possuem cartório eleitoral para atender o eleitor nas cidades. Os veículos custaram R$ 850 mil reais.

O diretor-geral do TRE-PI, Geraldo Mota, explicou que a entrega dos veículos faz parte do programa “O Cartório Eleitoral na Minha Cidade”, que já entregou 40 carros, desde o ano de 2018. Segundo ele, a expectativa é que os veículos atendam 50 zonas eleitorais em diversos municípios do Piauí.

  • Foto: Willyam Ricardo/GP112 veículos do TRE-PI12 veículos do TRE-PI

“Nesse projeto, nós estamos implementando a compra desses veículos para as cidades em que não tem cartório eleitoral, com kit biométrico, eles vão atender o eleitor na cidade que ele estiver. O objetivo da aquisição desses carros é levar esses 40 carros para servir a 50 zonas eleitorais. Até 6 de maio, no fechamento do cartório eleitoral, esses carros estarão servindo aos eleitores. Essa última aquisição de 12 carros custou R$ 850 mil reais”, relatou o diretor.

O plano do tribunal é que cada zona eleitoral tenha pelo menos um veículo à disposição dos eleitores e que as funções dos cartórios cheguem cada vez mais perto do cidadão, principalmente no período eleitoral, que é o mais procurado para atendimentos e serviços.

  • Foto: Willyam Ricardo/GP1Geraldo Mota, diretor geral do TRE-PIGeraldo Mota, diretor geral do TRE-PI

7 mil atendimentos

O presidente do TRE-PI, Paes Landim, contou que alguns cartórios vão compartilhar do mesmo veículo para o cumprimento das atividades, segundo ele, cerca de 80% do eleitorado piauiense será beneficiado com os serviços e o programa já atendeu cerca de 7 mil pessoas no Piauí.

  • Foto: Willyam Ricardo/GP1Desembargador Paes Landim Desembargador Paes Landim

“Um grupo de cartórios vai compartilhar do mesmo veículo para o cumprimento de suas atividades. Com isso, nós vamos atender mais de 80% do eleitorado piauiense. Nós estamos em um período de cadastramento eleitoral ou alistamento eleitoral, como chamam no interior. Esses carros se deslocam para atender o eleitor no seu próprio domicílio. De agosto para cá, já atendemos 7 mil pessoas com esse programa. Enquanto todos os cartórios reunidos ao longo deste tempo atenderam a mesma quantidade de pessoas”, afirmou.

Descentralização

O presidente também explicou que a descentralização dos serviços dos cartórios gera um aumento significativo no eleitorado e que os recursos para este ano estão encerrados.

“A descentralização dos serviços dos cartórios gera um aumento mais significativo no eleitorado. Para este ano não haverá mais investimentos, pois existe um contingenciamento de recursos a nível nacional e para 2020 o investimento é zero. Sabendo que mais de 70% das pessoas recebe menos que o salário mínimo, muitas vezes não tem como se deslocar para o cartório mais próximo. É para favorecer os interesses da população", pontuou.