Piauí

TRE reprova a prestação das contas do diretório do PHS no Piauí

A Corte de Contas entendeu que a análise das contas ficou comprometida e levou em consideração a existência de falhas comprometedoras da regularidade e consistências das contas.

Bárbara Rodrigues
Teresina
20/08/2018 11h17 - atualizado 11h18

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) reprovou a prestação de contas do Diretório Regional do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) no Piauí, referente ao exercício de 2014 e determinou a suspensão das cotas do fundo partidário pelo período de 3 meses.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal Regional EleitoralTribunal Regional Eleitoral

Na decisão desta segunda-feira (20), a Corte de Contas levou em consideração algumas irregularidades relacionadas a não apresentação de balancetes referentes aos meses de junho, julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro de 2014, não apresentação da correspondência das sobras de campanha com as prestações de contas de comitês financeiros e de candidatos, ausência de comprovação das despesas mediante documentação fiscal regular, entre outras coisas.

A Corte de Contas entendeu que a análise das contas ficou comprometida e levou em consideração a existência de falhas comprometedoras da regularidade e consistências das contas, além da desconformidade das peças exigidas pela norma de regência com a movimentação financeira e patrimonial do partido. O PHS do Piauí ainda poderá recorrer da decisão.