Mundo

Trump ameaça aplicar sanções contra Iraque se país expulsar tropas

Presidente dos Estados Unidos também reforçou ameaça de retaliação contra o Irã.

Por  Estadão Conteúdo
06/01/2020 07h17

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou aplicar sanções contra o aliado Iraque após o parlamento do país pedir que tropas americanas deixassem seu território. A declaração foi feita neste domingo, 5, em entrevista a repórteres do Air Force One.

"Temos uma base aérea extraordinariamente cara que está lá. Custou bilhões de dólares para construir, muito antes do meu tempo. Não sairemos a menos que nos paguem", disse Trump a repórteres.

O presidente americano disse ainda que, se o Iraque pedir que as forças dos EUA saiam e isso não seja feito de maneira amigável, "cobraremos sanções como nunca haviam visto antes. Isso fará com que as sanções iranianas pareçam um pouco domésticas".

Na ocasião, Trump alertou novamente para uma "grande retaliação" caso o Irã decida revidar a morte de um de seus principais comandantes militares. O presidente também insistiu na ameaça de atacar instituições culturais iranianas. "Eles têm permissão para usar bombas na estrada e explodir nosso povo, e não podemos tocar em seus locais culturais? Não é assim que funciona", disse ele.

O direcionamento a locais culturais com ação militar é considerado crime de guerra sob o direito internacional, incluindo uma resolução do Conselho de Segurança da ONU apoiada pelo governo Trump em 2017 e a Convenção de Haia de 1954 para a proteção de bens culturais.

Mais conteúdo sobre: