Teresina - PI

Usuários denunciam abuso de funcionários do Terminal Santa Lia

Conforme um usuário que preferiu não se identificar, o tratamento dos fiscais é ‘intimidador’.

Jonas Carvalho
Teresina
13/02/2020 18h01 - atualizado 18h03

Usuários do transporte coletivo de Teresina denunciaram ao GP1 na manhã desta quinta-feira (13) o abuso de autoridade por parte dos funcionários do Terminal de Integração Santa Lia, localizado na zona leste de Teresina, para com os cidadãos que usufruem do serviço diariamente. Conforme um usuário que preferiu não se identificar, o tratamento dos fiscais é ‘intimidador’.

De acordo com ele, nesta semana, um dos funcionários do terminal o impediu de entrar pela porta da frente do ônibus mesmo com o passe eletrônico em mãos. Segundo o denunciante, o compartimento de trás do coletivo estava em sua capacidade máxima e preferiu seguir viagem pela parte da frente. No entanto, o fiscal informou que a área seria destinada às prioridades e impediu a passagem.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Terminal Santa LiaTerminal Santa Lia

“Eu não consegui entrar pela parte de trás porque estava absolutamente lotado. E quanto mais gente, mais os fiscais empurram para caber mais pessoas e aí eu me dirigi para a porta da frente. Ao entrar, um fiscal veio e me disse que não era mais permitido o usuário entrar pela frente, só para pessoas idosas. Em resposta, eu disse que estava vindo de uma integração e que eu tinha o direito porque eu tenho o cartão eletrônico, eu paguei pela passagem e eu poderia entrar tanto na frente como atrás”, disse o usuário.

Intimidação

Conforme a denúncia, durante a confusão, o funcionário do terminal ameaçou chamar a polícia para retirar os usuários do veículos. De acordo com o denunciante, o fiscal citou que a norma obedece uma lei estabelecida pela empresa responsável pelo estabelecimento e criticou a postura do funcionário quanto ao caso.

“Eu questionei e disse que nunca tinha visto essa lei. Então, ele disse que o ônibus não iria sair porque eu estava na frente e várias outras pessoas também foram barradas ao entrar no ônibus porque ele falou que não poderia. Mas nós estávamos no nosso direito. Ele chegou a insinuar que iria me tirar de dentro do ônibus e ameaçou chamar a polícia”, explicou.

A situação foi sanada após os usuários ameaçarem gravar a confusão e acionar uma equipe de reportagem no local. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) se pronunciou sobre a situação e reiterou a ordem de entrada pela porta da frente aos usuários do transporte coletivo.

Confira a nota na íntegra

A Strans informa que a orientação para os usuários de ônibus é entrar pela porta traseira do veículo nos terminais. A porta da frente é destinada as prioridades, como idosos. A superintendência está estudando formas de evitar tumultos, diminuir problemas como superlotações e fraudes, junto aos consórcios.

Mais conteúdo sobre: