Teresina - PI

Veja candidatos a vereador bem votados que não se elegeram em Teresina

Nas eleições deste ano, muitos candidatos bem votados ficaram de fora da Câmara Municipal de Teresina devido ao quociente eleitoral.

Thais Guimarães
Teresina
21/11/2020 12h49 - atualizado 12h49

Nas eleições deste ano, muitos candidatos bem votados ficaram de fora da Câmara Municipal de Teresina devido ao quociente eleitoral, que consiste no resultado da divisão do total de votos válidos computados na cidade pela quantidade de vagas na Câmara. Assim, o número de vagas para cada partido é definido através da divisão da quantidade de votos que a sigla recebeu pelo quociente eleitoral.

Nomes como o vereador Caio Bucar (Republicanos) não conseguiram se reeleger mesmo tendo votação expressiva. No caso específico do parlamentar, ele foi o sexto mais votado no pleito, mas acabou garantindo apenas a suplência, após feitos os cálculos que estipulam as vagas de cada legenda.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Caio BucarCaio Bucar

Outro caso que chamou atenção foi o do delegado James Guerra (PSB), que teria conseguido uma cadeira na Câmara, não fosse o quociente eleitoral. Ele foi o 15º mais votado, obtendo 4.307 votos, mas acabou perdendo a vaga por conta da divisão entre as legendas.

  • Foto: Lucas Dias/GP1James GuerraJames Guerra

Suplentes

Fato curioso neste pleito é que nove candidatos que tiveram menos de 10 votos, cada, conseguiram a suplência, são eles: Dayana Max (PSD), com 7 votos; Maria do Socorro Neta (Avante), com 5 votos; Aderson Macedo(Avante), 5 votos; Anderkeyy Gomes (PSD), 4 votos; Francisca Machado (Avante), 3 votos; Euriana (Avante), 2 votos; Lara Magalhães (DEM), 2 votos; João Henrique (Patriota), um voto; e Katia (PL), um voto.

Veja os vereadores bem votados que não se elegeram:

Caio Bucar (Republicanos) - 5.609 votos

Gustavo Gaioso (Solidariedade) - 5.240 votos

Zé Filho (PSL) - 4.378 votos

Graça Amorim (Progressistas) - 4.039 votos

James Guerra (PSB) – 4.307 votos

Inácio Carvalho (Progressistas) - 4.034 votos

Ítalo Barros (PSDB) - 3.864 votos

Joaquim Do Arroz (MDB) - 3.534 votos

Paulo Dantas (PSDB) - 3.453 votos

Victor Linhares (Progressistas) - 3.426 votos

Décio Solano (PT) - 3.390 votos

Joninha (PSDB) - 3.295 votos

Daniel Carvalho (MDB) - 3.135 votos

Rubenita Lessa (PSL) - 3.090 votos

Nilson Cavalcante (PSL) - 2.992 votos

João Pereira (PT) - 2.908 votos

Anamelka (PL) - 2.679 votos

Geraldin (PDT) - 2.490 votos

Carlos Ribeiro (Avante) - 2.474 votos

Genivaldo Campelo (PT) - 2.314 votos

Valdiná Pires (PDT) - 2.275 votos

Eduardo Aguiar (Avnate) - 2.255 votos

Fábio Dourado (Solidariedade) - 2.249 votos

Enio Portela (PDT) - 2.200 votos

Dr. Lázaro (Patriota) - 2.192 votos

Marcos Magalhães (PT) - 2.151 votos

Sergio Bandeira (PSL) - 2.114 votos

Eduardo Draga Alana (PSD) - 2.105 votos

Júnior Macêdo (PSD) - 2.071 votos

Pedro Fernandes (Progressistas) - 2.017 votos

Fernando Lima (PMN) 2.111 votos

Stanley Freire (Progressistas) - 2.004 votos