Picos - PI

Vereador Chaguinha e presidente do Picos Rodrigo Lima trocam farpas

O motivo da discussão foi o projeto de lei do executivo propondo apoio financeiro para a Sociedade Esportiva de Picos.

José Maria Barros
Picos
19/07/2019 08h28

O vereador Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB), e o presidente da Sociedade Esportiva de Picos (Sep), Rodrigo Santos Lima, o P2, trocaram farpas em público semana passada. O tom da discussão leva a crer que os dois têm algo de pessoal em comum.

O bate-boca aconteceu após a votação pela Câmara de Vereadores, de um projeto de lei de autoria do executivo que autoriza o município a celebrar um convênio de apoio financeiro a Sociedade Esportiva de Picos (Sep) no valor de R$ 165 mil, dividido em três parcelas mensais de R$ 55 mil.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Chaguinha diz que presidente do Picos não tem compromisso com o esporteChaguinha diz que presidente do Picos não tem compromisso com o esporte

Líder da oposição ao prefeito Padre José Walmir de Lima (PT), o vereador Chaguinha votou contra o projeto e, justificou seu posicionamento. Ele disse que não era contrário à liberação dos recursos, mas sim à diretoria do clube a qual classificou de ineficiente e sem compromisso com o esporte.

O parlamentar recomendou que seja preciso que a diretoria do Picos seja eficiente, comprometida e desenvolva alguns projetos, não fique refém apenas de apoios do setor público.

Em relação ao presidente da Sep, Rodrigo Lima, Chaguinha foi mais duro. Disse que o mesmo não tem um emprego formal, não produz nada, passa o dia todo sem fazer nada, na ociosidade. “Ele é simplesmente uma pessoa inerte, é uma lagarta, vive apenas na folha. Isso eu provo, ele vive em cabide de emprego na Prefeitura” – alfinetou.

Chaguinha acusou Rodrigo Lima de viver exclusivamente do salário de presidente do Picos. “Se não tem salário da Sep, então ele deve está recebendo aí numa folha lagarta e vou pedir as prestações de contas [do clube] para saber se ele recebeu e aplicou os recursos dentro da Sociedade Esportiva de Picos” – anunciou.

Resposta

O presidente do Picos, Rodrigo Lima, disse que lamentava a posição do vereador Chaguinha e atribui o voto contrário do parlamentar ao projeto, a uma questão pessoal.

“Só lamento a posição do vereador Chaguinha e vou convidá-lo a receber o estatuto da Sociedade Esportiva de Picos, pois ele falou na sessão da Câmara que esse repasse serviria para cabide de emprego. Desde a fundação do clube em 1976 nenhum diretor foi remunerado, todos fazem um trabalho voluntário” – rebateu Rodrigo Lima.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Presidente do Picos diz que Chaguinha está desinformadoPresidente do Picos diz que Chaguinha está desinformado

O presidente do Picos foi mais além. “Acredito que cabide de emprego seria enquanto a sua mulher estava no comando da Secretaria Municipal de Saúde. Lá, talvez pudesse ser um cabide de emprego. Agora, na Sep não, desde a sua fundação nenhum presidente ou diretor foi remunerado” – garantiu.

A nutricionista Marília Bezerra, esposa do vereador Chaguinha, comandou a Secretaria Municipal de Saúde de Picos no período de 22 de fevereiro a 28 de junho de 2018.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Câmara autoriza prefeito Padre Walmir assinar convênio com o Picos

Chaguinha garante que votará contra projeto de incentivo ao Picos

Mais conteúdo sobre: