Teresina - PI

Wellington Dias critica Bolsonaro por convocar ato contra o Congresso

Ainda de acordo com Wellington Dias, é necessário neste momento  sair em busca da “defesa contundente da constituição e da democracia”.

Germana Chaves
Teresina
Carolina Dias
Teresina
27/02/2020 14h22 - atualizado 21h18

O governador Wellington Dias se posicionou na manhã desta quinta-feira (27) sobre a convocatória feita pelo presidente Jair Bolsonaro à população para uma manifestação contra o Congresso Nacional e contra o Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 15 de março. O governador afirmou que não é uma atitude razoável ir contra a constituição e incentivar a desarmonia entre os poderes.

“Não é razoável considerar normal o chefe de um Poder chamar para uma manifestação contra dois outros Poderes. Isso cria uma situação de anormalidade. Há uma necessidade de que se possa entrar em campo na busca de que tenhamos aquilo que prevê a própria constituição. Tem a independência dos poderes? Tem. Mas tem a harmonia também”, analisou o governador.

  • Foto: Alef Leão/GP1Wellington DiasWellington Dias

Wellington Diasafirmou também que é importante pensar no funcionamento harmônico entre as instituições para que se tenha o bom desenvolvimento político e social da nação. “O país tem que funcionar como uma orquestra. É preciso ter uma harmonia ou a orquestra vai desafinar. É necessário neste momento, sair em busca da defesa contundente da constituição e da democracia”, pontuou o governador.

Entenda o caso

Na tarde desta quarta-feira (26), foi noticiado que o presidente Jair Bolsonaro enviou de seu WhatsApp pessoal, pelo menos dois vídeos convocando as pessoas para irem às ruas em manifesto contra o Congresso Nacional, no dia 15 de março, em defesa do próprio presidente.

Um dos vídeos possui uma narração da facada que o então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, levou em setembro de 2018 na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. A gravação ressalta que as pessoas precisam “defender aquele que quase morreu para defender o país”.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Frota chama Jair Bolsonaro de frouxo e ameaça pedir impeachment

Igreja pode interpelar Bolsonaro por vídeo sobre manifestação, diz CNBB

Bolsonaro compartilha vídeos defendendo manifestação anti-Congresso