Teresina - PI

Wellington Dias descarta lockdown e promete medidas mais rígidas

“[Bloqueio] total não. Mas vamos adotar medidas restritivas para conter expansão", explicou o governador.

Germana Chaves
Teresina
25/06/2020 07h54 - atualizado 07h54

O governador do Piauí Wellington Dias (PT-PI) conversou com o GP1 na manhã desta quinta-feira (25) sobre a proposta do prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) de fazer lockdown como condição para reabertura das atividades econômicas da Capital, prevista para ser iniciadas em 07 de julho.

Apesar de descartar o bloqueio total, o governador antecipou que vai adotar medidas de restrição mais rígidas para diminuir o índice de disseminação do novo coronavírus (covid-19) para que a reativação comercial seja feita de forma mais segura.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias  Governador Wellington Dias

“[Bloqueio] total não. Mas vamos adotar medidas restritivas para conter a expansão. Vamos fazer reduzir, cair transmissão e com isto reduzir número de hospitalização em UTIs e reduzir óbitos. Com isso, poder anunciar cronograma de abertura em cada etapa”, disse o governador.

Nas últimas semanas, o governador tem intensificado as reuniões virtuais com vários segmentos econômicos do Estado para analisar protocolos para reabrir as portas de forma gradual. Até esse momento, além dos setores considerados essenciais, Wellington Dias já deu carta branca para a volta de mais três áreas: construção civil, saúde e concessionárias de veículos automotores. Cabe explicar que a grande maioria ainda não conseguiu apresentar um protocolo que atenda a todas exigências.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"A retomada depende da colaboração de cada um”, diz Wellington Dias

Firmino Filho pretende reabrir comércio em Teresina no dia 07 de julho