Teresina - PI

Wellington Dias desmente candidatura de Dilma Rousseff ao Senado

"Nem eu tratei com a [ex] presidente Dilma e nem ela tratou comigo. Não houve da parte de ninguém da direção do partido, nem daqui, nem nacional", disse o governador.

Germana Chaves
Teresina
Bárbara Rodrigues
Teresina
19/12/2017 20h36 - atualizado 21h16

O govenador do Piauí Wellington Dias (PT) descartou uma eventual candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ao Senado Federal pelo estado, como chegou a ser cogitado na imprensa nacional. Ele afirmou que o assunto, se quer, chegou a ser tratado pela petista.

  • Foto: Laura Moura/GP1Wellington DiasWellington Dias

“Às vezes fico tentando imaginar de onde sai essas histórias, de verdade. Nem eu tratei com a [ex] presidente Dilma e nem ela tratou comigo. Não houve da parte de ninguém da direção do partido, nem daqui, nem nacional. Mas, de repente chega a virar uma matéria nacional. A [ex] presidente Dilma, chegou a discutir em um dado momento um convite de dois estados, Minas Gerais, onde ela nasceu e Rio Grande do Sul que é um estado onde ela mora até hoje. Mesmo assim, o que sei é que ela tem se colocado numa posição de ajudar. Só que fora do processo eleitoral, pelo menos até agora”, ressaltou o governador.

Mesmo depois de afirmar que não tem diálogo acerca de disputa da ex-presidente no Piauí, Wellington Dias foi questionado se aprovaria a ideia: “Eu creio que não tem [interesse] nem da parte dela e nem iniciativa da parte do Estado [em relação a candidatura]. Não porque ela não merecesse. O povo do Piauí tem um carinho grande por ela. Mas, um processo de candidatura precisa da manifestação das partes. Então se não há nenhuma posição da parte dela, não há nem do que se falar”, concluiu o governador.

Mais conteúdo sobre: