Teresina - PI

Wellington Dias diz que PP tem liberdade para definir melhor caminho

"Minha ideia é que time que está ganhando não se mexe, a não ser que seja para melhor. Esse é o meu entendimento, mas, agora os partidos têm liberdade [para traçar o melhor caminho]”, afirmou Dias.

Germana Chaves
Teresina
Andressa Martins
Teresina
23/02/2020 19h05 - atualizado 19h07

O PT e o Progressistas dividem o mesmo palanque há anos, mas os projetos políticos distintos, sobretudo, os de 2022, afastaram os principais representantes de cada sigla, o governador petista Wellington Dias e o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

O governador conversou com o GP1 nessa sexta-feira (21) sobre o assunto e quando questionado se teria interesse de trabalhar para manter a aliança com o Progressistas, lembrou que cada partido tem liberdade para trilhar o melhor caminho.

“[PT e PP] tivemos uma excelente vitória em 2018. Minha ideia é que time que está ganhando não se mexe, a não ser que seja para melhor. Esse é o meu entendimento, mas agora os partidos têm liberdade [para traçar o melhor caminho]”, afirmou Dias.

  • Foto: Alef Leão/GP1Wellington DiasWellington Dias

De olho no Karnak

Ciro Nogueira não esconde o interesse de se eleger governador do Estado e assumir o comando do Palácio de Karnak nas eleições de 2022. A preparação do Progressistas já foi iniciada, tanto que Ciro já confirmou que em julho vai se licenciar do Senado para acompanhar in loco a organização do PP em todo o Piauí.

O senador explicou que para chegar em 2022 com munição suficiente para disputar o Governo, o Progressistas precisa se fortalecer no processo eleitoral deste ano. Portanto, Ciro Nogueira é visto hoje como o principal adversário de Wellington Dias nos próximos embates eleitorais.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"O que nos une é o Piauí", diz Ciro sobre relação com Wellington Dias

Átila Lira defende união de Ciro Nogueira e Wellington em 2022

Senador Ciro Nogueira admite ter divergências com Wellington Dias

Mais conteúdo sobre: