Teresina - PI

Wellington Dias e autoridades fazem homenagem a Alberto Silva

A sessão solene é uma parceria entre a Assembleia Legislativa do Piauí (Aepi) e Câmara Municipal de Teresina (CMT).

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Débora Dayllin
Teresina
28/11/2018 12h19 - atualizado 14h58

Solenidade em homenagem a Alberto Silva na Alepi

Acontece na manhã desta quarta-feira (28) no plenário da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) uma solenidade em conjunto com a Câmara Municipal de Teresina (CMT) em homenagem ao centenário do o ex-governador Alberto Silva.

Estão presentes na sessão o presidente da Alepi, Themístocles Filho, da CMT, Jeová Alencar, o governador Wellington Dias, o ex-senador da República João Vicente Claudino, os ex-governadores Hugo Napoleão e Feitas Neto, o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Alfredo Nunes, o senador eleito Marcelo Castro (MDB) e deputados estaduais. A família do ex-governador Alberto Silva também participa da homenagem.

“Liderança”

Wellington Dias afirmou que Alberto Silva foi uma “liderança” que se empenhou e dedicou pelo Piauí. Para o governador, é importante homenagear “diversos líderes” como o ex-governador Hugo Napoleão e o ministro da Integração Antônio de Pádua.

“Alberto Silva foi uma liderança que marcou fortemente pela sua vontade, determinação, enfrentando muitos problemas, mas marcou pelo seu empenho e dedicação pelo Piauí. E hoje homenageando diversos líderes, ex-governadores, como aqui está Hugo Napoleão, eu me sinto muito lisonjeado também pela homenagem, o ministro da Integração, que é um piauiense, o ministro Pádua. Aqui também vamos entregar uma homenagem e isso me encanta muito. Então eu quero registrar esse momento importante”, afirmou Wellington Dias.

Inteligente, brilhante e arrojado

O senador eleito Marcelo Castro não poupou elogios a Alberto Silva, a quem denominou como um dos “maiores políticos de todos os tempos do estado do Piauí”.

“Alberto Silva foi o político mais inteligente, mais brilhante, mais arrojado, mais realizador que transformou completamente o estado no Piauí, que esteve sempre à frente de seu tempo”, afirmou.

Hugo Napoleão premiado

Cada um dos deputados da Alepi indicou um nome para receber a Medalha do Mérito Legislativo. O ex-governador Hugo Napoleão, que por um tempo foi oposição a Alberto Silva, foi um dos indicados ao receber o prêmio.

“Nós tivemos uma fase que nós fomos realmente adversários, mas tudo isso terminou e ficamos amigos até meu segundo governo. Ele apoiou, era senador e fez o apoio ao meu Governo, depois voltou a ser deputado e nós ficamos amigos. Então tivemos na adversidade e na comunidade”, contou Napoleão.

Ministro da Integração

Dentro os escolhidos pelo deputado Themístocles Filho (MDB), está o ministro da Integração, Antônio de Pádua de Deus Andrade. Ele é natural do Piauí, onde viveu até os 20 anos de idade e saiu para estudar. Formado em Engenharia Civil, foi radicado em Marabá-PA, sendo, inclusive, cidadão honorário do município.

“É de muita importância, logo aqui no meu estado, para mim tem um significado muito grande então é com muito carinho que eu vou guardar lá num cantinho especial na minha sala essa homenagem. Porque para mim tem uma representação enorme, a gente que saiu cedo para estudar, trabalhar fora fica muito feliz de ter a oportunidade de poder ajudar o Piauí, e principalmente ser reconhecido. É um grande honra, a gente agradece esse reconhecimento e falar que onde quer que a gente esteja, estamos sempre à disposição para ajudar o Piauí, e torcendo por esse governo, que dê certo e que possa cada vez mais ajudar as pessoas”, disse o ministro.

Homem a frente do seu tempo

O ex-senador João Vicente Claudino vê a homenagem como “justíssima” já que Alberto Silva, segundo ele, “foi um homem a frente de seu tempo”.

“O Alberto Silva foi um homem a frente do seu tempo. Um homem que projetou o Piauí para saltos muito maiores. Ele olhou para esse estado, que é um estado muito complexo na sua gestão, mas administrando por inteiro, sendo ousado na gestão. Então é muito justo se comemorar o centenário do Dr. Alberto Silva”, afirmou.

Incentivo ao esporte

O ex-presidente da CBF, Alfredo Nunes, afirmou que Alberto Silva “merece todas as homenagens que o Piauí possa lhe fazer”. O ex-governador foi o responsável pela construção do estádio Albertão. Alfredo Nunes disse ainda que era presidente da federação de futebol quando Silva o buscou para incluir o Piauí no campeonato brasileiro.

Medalha Centenário Alberto Silva

Várias personalidades piauienses foram agraciadas com a Medalha Centenário Alberto Silva. Cada deputado indicou uma personalidade para ser homenageado. O ministro da Integração, natural de Campo Maior, Antônio de Pádua e o ex-governador Hugo Napoleão foram agraciados com a medalha.

Veja a lista de homenageados por cada deputado :

Fábio Novo (PT)

Cintia Lages

Gessivaldo (PRB)
Ibaneis Rocha Barros Júnior

Wilson Brandão (PP)
Alfredo Leal Nunes

Severo Eulálio (MDB)
Francisco de Assis Carvalho e Silva

Pablo Santos (MDB)
Warton Santos

Fábio Xavier (PR)
Alisson Araújo

Georgiano Neto (PSD)
Júlio César Lima

Evaldo Gomes (PTC)
Amadeu Campos

Gustavo Neiva (PSB)
Luciano Nunes Santos

Rubem Martins (PSB )
Evaldo Pereira de Mauro

João Mádison (MDB)
Zózimo Tavares

Hélio Isaías (PP)
Elivaldo Barbosa

Flávio Nogueira Júnior (PDT)
Romildo Nogueira

Liziê Coelho (MDB )
João Acácio Gomes de Oliveira Neto

Marden Menezes (PSDB)
Mão Santa

Juliana Moraes Souza
Valdeci Cavalcanti

Francisco Lima (PT)
Antônio José Medeiros

Edson Ferreira (PSDB)
José Airton Veras Soares

Firmino Paulo (PP )
Luiz Humberto (Sebim)

Robert Rios ( DEM )
Francisco das Chagas Ribeiro Magalhães (in memorian),

Nerinho (PTB)
Homero Castelo Branco

Luciano Nunes (PSDB)
Heráclito Fortes

Zé Santana (MDB)
Jaílson Campelo

Dr. Pessoa (PSD)
Juarez tapety

Themístocles Filho (MDB)

Antônio de Pádua de Deus Andrade
João Claudino Fernandes
João Rezende Teles
Mary Silva
Jesus Tajra

Alberto Silva

O engenheiro Alberto Tavares Silva foi eleito prefeito de Parnaíba em 1948 e deputado estadual em 1950. Em 1951 o então deputado renunciou e assumiu a direção da Estrada de Ferro de Parnaíba. Em 1954 foi novamente eleito para prefeito da cidade. No Ceará, Alberto Silva foi diretor da Companhia de Eletricidade entre os anos de 1962 e 1970.

Em 1970 foi indicado para governar o Piauí pelo então presidente Emílio Médici. Em 1976, no Governo Geisel, presidiu a Empresa Brasileira de Transportes Urbanos (EBTU).Em 1978 Silva perdeu a eleição para o Senado, mas como era suplente de Dirceu Arcoverde, assumiu em 1979, com o falecimento do titular.

Em 1982 concorreu ao governo do Estado, mas perdeu para Hugo Napoleão. Em 1986, derrotou Freitas Neto e foi eleito governador No ano de 1992 concorreu à Prefeitura de Teresina (PMT), mas foi derrotado por Wall Ferraz. Em 1994 foi eleito deputado federal e em 1996 perdeu novamente a eleição para Firmino Filho.

No ano de 1998 Alberto Silva foi eleito senador e em 2004 foi nomeado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o Conselho da República. Em 2006 foi novamente eleito como deputado federal.