Coronavírus no Piauí

Wellington lamenta as mortes dos médicos Mansueto Magalhães e José Ivaldo

“Nos últimos meses, perdemos policiais, agentes de saúde, enfermeiros, dentre tantos outros. Eles lutavam por todos nós. Não vamos relativizar o que esta doença pode fazer", pediu o governador.

Bárbara Rodrigues
Teresina
31/07/2020 13h42 - atualizado 13h46

O governador Wellington Dias (PT) usou as suas redes sociais para lamentar a morte do médico Mansueto Martins Magalhães e do médico e diretor clínico do Sistema de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) em Teresina, José Ivaldo de Oliveira, que foram vítimas da covid-19, em Teresina.

O médico oftalmologista e professor aposentado da Universidade Federal do Piauí, Mansueto Magalhães, faleceu na quinta-feira (30). Já o médico José Ivaldo de Oliveira, de 48 anos, faleceu na madrugada desta sexta-feira (31), em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Unimed há mais de um mês.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias

“É muito difícil receber notícias de que profissionais da linha de frente perderam a vida para o novo coronavírus. São cidadãos que deram a vida em uma luta árdua, incansável e em prol dos outros. Nas últimas horas, o Piauí perdeu dois médicos que levaram o juramento até o fim”, lamentou o governador.

Wellington Dias destacou ainda que são várias pessoas que estão morrendo em decorrência da doença e pediu para que as pessoas tomem cuidado e se previnam da doença.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppMansueto Magalhães e José IvaldoMansueto Magalhães e José Ivaldo

“Nos últimos meses, perdemos policiais, agentes de saúde, enfermeiros, dentre tantos outros. Eles lutavam por todos nós. Não vamos relativizar o que esta doença pode fazer. Ela é cruel, imprevisível. Vamos honrar a vida de cada um que nos deixou. Protejam-se!”, afirmou.

Confira a nota na íntegra:

É muito difícil receber notícias de que profissionais da linha de frente perderam a vida para o novo coronavírus. São cidadãos que deram a vida em uma luta árdua, incansável e em prol dos outros. Nas últimas horas, o Piauí perdeu dois médicos que levaram o juramento até o fim.

Meu abraço fraterno aos familiares e amigos do Dr Mansueto, oftalmologista, e do Dr José Oliveira, diretor clínico do SAMU Teresina. Perdas irreparáveis para o nosso estado.

Nos últimos meses, perdemos policiais, agentes de saúde, enfermeiros, dentre tantos outros. Eles lutavam por todos nós. Não vamos relativizar o que esta doença pode fazer. Ela é cruel, imprevisível. Vamos honrar a vida de cada um que nos deixou. Protejam-se!

Situação no Piauí

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) divulgou boletim epidemiológico na noite de quinta-feira (30), informando que o número de mortes por covid-19 (coronavírus) no Piauí passou de 1.304 para 1.329. A quantidade de casos confirmados também aumentou, passando de 50.198 para 51.477. Foram 1.279 novos casos registrados e 25 óbitos nas últimas 24 horas, conforme a Sesapi.

O boletim informou que, das 51.477 pessoas que contraíram o vírus no Piauí desde o início da pandemia, 49.367 já estão curadas. Já são 159.204 casos descartados, após a realização de testes rápidos e exames no Laboratório Central do Piauí (Lacen).

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Teresina tem 17.105 casos e 705 mortes em decorrência da covid-19

Oftalmologista Mansueto Magalhães morre vítima da covid-19 em Teresina

Piauí registra 1.329 mortes e 51.477 casos confirmados de covid-19