Política

Wellington não foi convidado para acompanhar visita de Bolsonaro ao Piauí

"Não teve convite", informou Allisson Bacelar, coordenador de comunicação do Palácio de Karnak à nossa reportagem.

Germana Chaves
Teresina
30/07/2020 09h05 - atualizado 09h08

A Coordenadoria de Comunicação do Governo do Piauí, informou ao GP1, nesta quinta-feira (30), que o governador Wellington Dias (PT-PI), não foi convidado para acompanhar a visita do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido) a São Raimundo Nonato (PI). O dirigente da nação brasileira, deve desembarcar no aeroporto do município na manhã desta quinta-feira (30).

"Não teve convite", informou Allisson Bacelar, coordenador de comunicação do Palácio de Karnak à nossa reportagem. Esta será a primeira sequência de viagens de Bolsonaro após a cura da covid-19. No Piauí, ele vai visitar o Parque Nacional Serra da Capivara e o Museu da Natureza.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington DiasWellington Dias

Líderes presentes

Entre os líderes piauienses presentes, estão o senador Ciro Nogueira (Progressistas), que articulou a vinda do presidente e o deputado estadual Hélio Isaías (Progressistas) que, acabará sendo o represente do Governo do Estado durante a visita de Jair. Hélio é casado com a prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro.

A deputada federal Margarete Coelho (Progressistas), que é irmã de Carmelita, havia confirmado presença no ato, mas comunicou que não mais poderá acompanhar após ter sido diagnosticada com o novo coronavírus.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro deve desembarcar no Piauí às 10h desta quinta-feira

Equipe de Bolsonaro desembarca no aeroporto de São Raimundo Nonato

Deputada Margarete Coelho é diagnosticada com o novo coronavírus