Teresina - PI

Wilson Martins espera gratidão do PMDB e apoio para o Senado

"Deve ter um sentimento de gratidão por parte do PMDB. Nós ajudamos muito o PMDB, nós sempre votamos no PMDB, desde Alberto Silva e Mão Santa", disse o ex-governador.

Germana Chaves
Teresina
16/12/2017 16h02 - atualizado 18h28

O ex-governador do Piauí Wilson Nunes Martins (PSB) disse ao GP1, que espera contar com o apoio do PMDB à sua pré-candidatura a senador nas eleições de 2018. O ex-gestor acredita que os peemedebistas devem ter um sentimento de gratidão para com ele, já que alega que o PSB sempre lhes deu suporte.

Wilson Martins citou como exemplo uma das eleições do deputado estadual Themístocles Filho para a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí, quando, à época, teve a ajuda determinante da bancada socialista.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Wilson Martins Wilson Martins

“Eu tenho esperança que o PMDB me apoie porque eu apoiei muito o PMDB toda minha vida. Por exemplo, o presidente Themístocles só é presidente hoje por várias razões, mas uma delas é que o PSB fincou o pé e o apoiou quando o PT, o PP e os partidos aí aliados do Governo, tentaram derrotá-lo e afastá-lo da presidência da Assembleia. Deve ter um sentimento de gratidão por parte do PMDB. Nós ajudamos muito o PMDB, nós sempre votamos no PMDB, desde Alberto Silva e Mão Santa. Acho que já existe uma relação muito próxima”, alegou o ex-governador.

Wilson Martins reforçou que espera ser pelo menos a segunda opção dos peemedebistas no voto para o Senado Federal. “Acredito que para o PMDB, com quem nós temos uma boa relação, eu possa ser, se não a primeira, mas a segunda opção para senador”, frisou ele.