Teresina - PI

Acusado de atirar em PM no residencial Wall Ferraz é preso

O suspeito da tentativa de assalto ao policial havia sido liberado por ausência de provas, mas foi reconhecido por outras vítimas de assalto no mesmo dia do crime contra o PM.

Brunno Suênio
Teresina
23/07/2019 17h09 - atualizado 18h43

Um homem identificado inicialmente como Jacson foi preso no final da tarde dessa segunda-feira (22), acusado de atirar em um cabo reformado da Polícia Militar do Piauí durante uma tentativa de assalto, registrada na noite do último domingo (21), no residencial Wall Ferraz, zona sul de Teresina.

De acordo com o comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar, major Ademir, os policiais identificaram um veículo suspeito no residencial Orgulho do Piauí, por volta de 16h, e quando levantaram informações sobre o carro, constatou-se que ele era roubado.

“De posse desse dado a gente começou a investigar de quem era esse veículo que rodava no Orgulho do Piauí e chegou-se ao Jacson. Verificou-se em qual apartamento ele estava e lá foi encontrado todo mundo, a arma, os dois parceiros dele, o carro roubado que, teoricamente, foi o carro usado na tentativa de matar o PM [cabo Gomes], além de um uma espingarda calibre .20 e um estojo, possivelmente, da arma que ele utilizou para atirar no PM e o capacete do Jacson, com marca de perfuração de bala, justamente, a do tiro que ele pegou na nuca, e que ainda estava sujo de sangue”, explicou o comandante.

O major Ademir ressaltou que na ocasião da tentativa de assalto ao cabo Gomes, Jacson estava acompanhado de um adolescente e utilizava um capacete. Após ser alvejado pelo policial, que o atingiu na cabeça, Jacson foi encaminhado para o HUT, no entanto, acabou sendo liberado, pois quando o policial acordou não foi possível reconhecê-lo, por conta de o atirador estar usando um capacete, dificultando seu reconhecimento.

Assalto a panificadora

Ainda assim, com o levantamento realizado pelos policiais do 17º Batalhão foi possível verificar também que Jacson é suspeito de ter participado de um assalto a uma panificadora no residencial Teresina Sul, no domingo, mesma data em que tentou assaltar o cabo Gomes, horas depois. “Ontem nós achamos com ele alguns documentos roubados e, com isso, identificamos duas vítimas. A gente foi buscar essa vítima, que tem um vídeo, que mostrou pra gente o Jacson como o autor do assalto na padaria dele e contra uma cliente dele”, acrescentou.

Jacson foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina, onde foram adotados os procedimentos que o caso requer.

NOTÍCIA RELACIONADA

PM é baleado no peito no residencial Wall Ferraz em Teresina

Mais conteúdo sobre: