Timon - MA

Acusado de matar funcionário da R. Damásio é preso em Timon

Paizim havia sido preso em 18 de junho de 2017, juntamente com outro homem e um adolescente, mas, recentemente, teve direito de aguardar julgamento em prisão domiciliar por conta da covid-19.

Brunno Suênio
Teresina
21/05/2020 17h23 - atualizado 20h52

Um homem identificado como José de Jesus Pinto Neto, vulgo Paizim, de 21 anos, foi preso no bairro Bela Vista, nessa quarta-feira (20), pelos policiais da Delegacia de Homicídios em conjunto com o Grupo de Pronto Emprego (GPE) da 18ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Timon. Ele é um dos acusados do latrocínio de Marco Antônio de Oliveira, administrador da R. Damásio, ocorrido em junho de 2017.

Paizim havia sido preso em 18 de junho daquele ano, juntamente com outro homem e um adolescente, mas, recentemente, teve direito de aguardar julgamento em prisão domiciliar por conta da covid-19.

  • Foto: Reprodução/FacebookMarco AntônioMarco Antônio

Em levantamentos realizados pela Polícia Civil, os investigadores acabaram descobrindo que Paizim é suspeito de cometer dois homicídios em Timon, logo após ter ganhado liberdade em razão da pandemia do novo coronavírus.

Nas proximidades do local da prisão, os investigadores encontraram um revólver calibre .38 que pertence a um policial militar, porém, não puderam atribuir a posse da arma de fogo a Paizim, fato que será investigado.

Entenda o caso

O administrador Marco Antônio de Oliveira desapareceu no dia 04 junho de 2017, depois que saiu de sua residência em Teresina, em seu veículo. O corpo do jovem foi encontrado sete dias depois, em estado de decomposição, ao lado de seu carro incendiado, na zona rural de Timon.

No domingo (18) um dos envolvidos, José de Jesus Pinto Neto, foi preso no bairro Cidade Nova. José de Jesus confessou participação no crime, mas negou que ele e os comparsas atearam fogo no carro de Marco Antônio.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Acusado de participação na morte de Marco Antônio é preso em Timon

Envolvido na morte de Marco Antônio se apresenta à Polícia

Mais conteúdo sobre: