Anísio de Abreu - PI

Advogada diz que blogueira Byanca Oliveira mentiu ao relatar briga

Segundo a advogada da adolescente acusada de agredir Byanca, a blogueira já tem costume de arrumar confusão nos eventos.

Victória Xavier
Teresina
Fábio Wellington
Teresina
16/01/2020 20h01 - atualizado 17/01/2020 10h32

A advogada Alice Belli dos Santos Costa, representante da adolescente de 16 anos, acusada de agredir a blogueira Byanca Oliveira, de 17 anos, em uma festa de pré-carnaval na cidade de Anísio de Abreu, entrou em contato com o GP1 e defendeu sua cliente das acusações de agressões.

De acordo com a advogada Alice Belli, a versão que a blogueira contou em suas redes sociais é totalmente inverídica. “Ela disse que foi agredida ficamente e verbalmente por três meninas, mas existem testemunhas que presenciaram toda a ação e confirmaram que a blogueira estava provocando a minha cliente durante todo o bloco de Carnaval e no final do evento, a minha cliente não suportou e rebateu as provocações em forma de agressão. As outras duas meninas entraram na briga com o intuito de separar e acabar com o atrito”, detalhou a advogada Alice.

Ainda segundo informações repassadas pela advogada Alice, a blogueira tem um atrito com a sua cliente há mais de 2 anos. “A rixa delas tem mais de 2 anos e nesse bloquinho de Carnaval a blogueira começou empurrando a minha cliente e ela aguentando, até que chegou uma hora que ela foi se defender e as duas começaram a rolar pelo chão”, acrescentou a advogada.

A advogada finalizou contando que a blogueira já tem costume de arrumar confusão nos eventos. “A meta dela é conseguir likes e seguidores com essas barbaridades que provoca”, completou a advogada Alice.

Entenda o caso

Uma blogueira natural de São Raimundo Nonato, identificada como Byanca Oliveira, 17 anos, foi agredida a socos por três mulheres depois de sair de uma festa de Pré-Carnaval realizada no município de Anísio de Abreu, por volta de 5h da segunda-feira (13).

Em seu perfil no Instagram, a jovem relatou que após sair da festa, três mulheres a acompanharam até um veículo, lhe ameaçaram e em seguida, a vítima foi agredida. “Me puxaram para fora do carro, segurando pelos cabelos e me xingando, começaram a me bater. E iam sempre no intuito de deixar meu rosto todo marcado. Como eu estava apenas com uma amiga, ela tentou me ajudar, mas não conseguiu. Foi então que ela começou a pedir socorro”, relatou a jovem.

NOTÍCIA RELACIONADA

Blogueira diz ter sido agredida por 3 mulheres em Anísio de Abreu

Mais conteúdo sobre: