Teresina - PI

Bancada do PP se reúne para avaliar rompimento com Wellington Dias

"Só posso falar após ouvi-lo (Wellington Dias)", ponderou Júlio Arcoverde durante entrevista ao GP1 nesta quinta-feira (06).

Germana Chaves
Teresina
06/08/2020 07h29 - atualizado 07h30

A bancada do Progressistas vai se reunir às 9h desta quinta-feira (06) para avaliar o impacto do rompimento oficial do governador Wellington Dias (PT-PI) com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

Em seguida, às 16h, o presidente do partido no Piauí deputado Júlio Arcoverde, vai sentar com o governador para então decidir como ficará a situação do partido na base do Governo. Ou seja, se terão que entregar os cargos que ocupam na administra estadual.

  • Foto: DivulgaçãoGovernador Wellington Dias e Júlio ArcoverdeGovernador Wellington Dias e Júlio Arcoverde

Ao GP1, Júlio Arcoverde disse que só vai se pronunciar depois que ouvir o governador. "Só posso falar após ouvi-lo (Wellington Dias)", ponderou Arcoverde.

Tem direito de ficar

O PP entende que tem todo direito de permanecer na base do Governo até o final da administração de Wellington. Isso porque, a sigla contribuiu de forma efetiva para eleição e reeleição de Dias. Porém, como a realidade é outra, é prudente aguardar os desdobramentos desses diálogos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington afirma que respeita decisão de Ciro Nogueira de deixar o Governo

Wellington Dias dá ultimato a Ciro sobre permanência na base aliada