Teresina - PI

Joice Hasselmann diz que PSL vai discutir aliança com PSDB em Teresina

“Óbvio que há uma conversa que já está no meio do caminho, que foi iniciada antes do novo presidente assumir e de eu estar aqui. O PSL não desgosta dessa conversa, mas não há martelo batido", afirmou.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
15/07/2020 12h25 - atualizado 12h37

A deputada federal Joice Hasselmann, vice-presidente nacional do PSL, afirmou em entrevista coletiva concedida nessa quarta-feira (15) que vai se reunir com Firmino Filho (PSDB) e Kleber Montezuma (PSDB) para tratar sobre uma possível aliança. A entrevista foi concedida no auditório do Edifício Manhattan.

Joice Hasselmann afirmou que apesar de muitos vereadores de Teresina possuírem uma boa relação com o prefeito de Teresina Firmino Filho, não existe nenhum "martelo batido" em relação a uma aliança.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deputada Federal, Gleisi Hoffmann, falou durante coletiva de imprensa nesta quarta-feiraDeputada Federal, Joice Hasselmann, falou durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira

O presidente do PSL no Piauí, o vereador de Teresina Luís André, já deixou claro que o seu apoio é pela pré-candidatura de Kleber Montezuma. A legenda inclusive, possui cargos na gestão municipal.

“Óbvio que há uma conversa que já está no meio do caminho, que foi iniciada antes do novo presidente assumir e de eu estar aqui. O PSL não desgosta dessa conversa, mas não há martelo batido, porque nós queremos saber de projetos. Não é porque o candidato é do PSDB, e o PSDB está na Prefeitura de Teresina, que vamos chancelar uma continuidade”, explicou Joice.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Gleisi Hoffmann e Luís André realizam coletiva de imprensa para tratar sobre futuro do PSLJoice Hasselmann e Luís André realizam coletiva de imprensa para tratar sobre futuro do PSL

A deputada disse ainda que vai se reunir hoje com Firmino Filho e Kleber Montezuma. “Então o que o candidato Kleber, tem para oferecer de novo para Teresina? Quais as propostas para a educação, saúde, qual a modernidade e o que o PSDB pode trazer para a gestão? É isso que estamos discutindo e temos uma reunião com eles [Kleber e Firmino], exatamente para discutir o plano de governo. Isso que vai pesar no final das contas”, afirmou.

Ela destacou que a escolha do candidato já será visando os projetos do PSL para as próximas eleições. “Claro que essa proximidade com os vereadores, tem o seu peso, mas não é o que vai definir. Nós não estamos aqui para uma corrida de 100 metros, é uma maratona. Queremos fazer o próximo presidente da república. Inclusive para ajudar a consertar aquilo que nós prometemos com o atual presidente, mas que lamentavelmente não cumpriu para o Brasil e nem para o próprio PSL”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Luís André diz que vai trabalhar pela aliança do PSL com Montezuma

Joice Hasselmann diz a Luís André que não quer bolsonaristas no PSL

Luís André vai discutir com médico Daniel França destino do PSL