Rio de Janeiro - RJ

Neymar presta depoimento em inquérito que apura divulgação de fotos

Atacante foi cercado por batalhão de fotógrafos até a sala onde seria ouvido na Cidade da Polícia, zona norte da cidade.

Por  Estadão Conteúdo
06/06/2019 21h05 - atualizado 21h18

No começo da noite desta quinta-feira, 6 de junho, Neymar, o camisa 10 da seleção brasileira, se apresentou à Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio, para prestar depoimento no inquérito em que apurada a divulgação, por ele, de fotos de nudez de Najila. Nos próximos dias ele virá até São Paulo para depor sobre a denúncia de estupro e agressão.

O caminho do jogador até a sala da delegacia no Rio foi muito tumultuado. De camisa social preta e semblante fechado, Neymar chegou ao local em uma van, que foi cercada por crianças, e se locomoveu inicialmente com a ajuda de muletas. Logo depois, foi colocado em uma cadeira de rodas. O atacante do Paris Saint-Germain foi cercado por um batalhão de repórteres e fotógrafos e circulou protegido por seguranças.

  • Foto: Cláudio Reis/FramePhoto/Estadão ConteúdoNeymarNeymar

O atacante Neymar depôs na noite desta quinta-feira na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, zona norte do Rio. Ele foi ouvido no inquérito que investiga suposto vazamento de imagens íntimas. O jogador ficou cerca de 1h30 minutos.

Na saída, Neymar deu uma breve declaração. "Só quero agradecer todo o apoio e mensagem que todo mundo mandou, agradecer todo o carinho. Me senti muito amado", afirmou, sem responder perguntas dos jornalistas.

Com uma bota ortopédica devido à lesão sofrida nos ligamentos do tornozelo direito - ocorrida na noite de quarta no amistoso do Brasil com o Catar - Neymar chegou às 19h15 na sede da especializada e foi conduzido numa cadeira de rodas. Houve muito tumulto devido à aglomeração de jornalistas.

Devido à confusão no momento da chegada do jogador, os policiais optaram por colocar um veículo dentro da Cidade da Polícia para que Neymar saísse sem que o tumulto do início.

Uma das advogadas do jogador, Maíra Fernandes, afirmou que a oitiva foi tranquila. "Neymar acabou de prestar depoimento e fez questão de vir o quanto antes para esclarecer tudo o que era devido. Nós confiamos plenamente que vamos provar a inocência dele", disse. "Ele está tranquilo em relação a isso e nós também."

O depoimento de Neymar à DRCI estava previsto para ser feito na manhã de sexta, mas os advogados do atacante pediram antecipação da oitiva. O caso se refere a um vídeo divulgado pelo atacante na noite do último sábado. A publicação trazia conversas e imagens íntimas da mulher que acusa o atacante de estupro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Clipe com modelo que acusa Neymar explode no Youtube após denúncia

Modelo que acusa Neymar de estupro falta ao depoimento pela 4ª vez

Najila sugere que Neymar estava drogado no dia do encontro