Entretenimento

Promotor quer pena de até 20 anos para cunhado de Ana Hickmann

Gustavo Corrêa foi interrogado nesta segunda-feira (18), em audiência na Justiça.

Nayrana Meireles
Teresina
18/12/2017 12h30 - atualizado 12h31

O promotor de Justiça Francisco Santiago disse, nesta segunda-feira (18), que vai pedir pena de seis a 20 anos de prisão para o cunhado da apresentadora Ana Hickmann. Gustavo Corrêa foi interrogado em Belo Horizonte em uma audiência sobre a morte de Rodrigo Augusto de Pádua.

Em maio de 2010, a apresentadora Ana Hickmann sofreu um atentado por um fã em Belo Horizonte, Minas Gerais. O crime aconteceu dentro de um hotel no bairro Belvedere. Gustavo matou Rodrigo após este atirar contra sua mulher, Giovana Oliveira, assessora da apresentadora.

  • Foto: DivulgaçãoAna Hickman e o cunhado, à direitaAna Hickman e o cunhado, à direita

Gustavo Corrêa foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio doloso, quando não há intenção de matar. O argumento do promotor é que como Rodrigo foi morto com três tiros na nuca, houve excesso de legítima defesa e se configura um crime de homicídio.

Além do interrogatório de Gustavo, prestaram depoimento nesta segunda, o irmão de Rodrigo Helison Augusto de Pádua, a perita contratada pela família e um funcionário do hotel, que foram testemunhas indicadas pela defesa.

Mais conteúdo sobre: