Piauí

Sargento que morreu em acidente na BR 226 era árbitro de futebol no Piauí

O sargento da Polícia Militar do Maranhão morreu após a viatura em que ele estava capotar na BR 226, na cidade de Timon. Outros dois policiais ficaram feridos.

Fábio Wellington
Teresina
09/10/2020 17h35 - atualizado 20h44

Sargento da PM morre após viatura capotar na BR 226 em Timon

O sargento da Polícia Militar do Maranhão, Antônio José Lopes Trindade de Sousa, de 42 anos, que faleceu no fim da manhã desta sexta-feira (09), após a viatura em que ele estava capotar, também era árbitro da Federação de Futebol do Piauí. O acidente que deixou outros dois policiais feridos, ocorreu na BR 226, no município de Timon.

Em nota, a Federação de Futebol do Piauí (FFP), lamentou a morte precoce do sargento Lopes, que atualmente fazia parte Grupo de Operações Especiais (GOE), equipe de elite da PM-MA. Como árbitro, ele iniciou a carreira e 2001.

Antônio Lopes foi árbitro da Seleção Nacional de Arbitragem por quase 10 anos, e saiu quando completou a idade limite de 45 anos. Mas continuou atuando nas competições da federação, sendo considerado um dos melhores fisicamente.

Ainda de acordo com a FFP, o último jogo em que ele atuou foi Picos x Timon, válido pela 9° rodada do estadual antes do início da pandemia. Nos jogos deste fim de semana realizados pela FFP e CBF será feito 1 minuto de silêncio em homenagem póstuma ao árbitro. Além disso, os árbitros do quadro da CEAF-PI atuarão com um laço preto em sinal de luto nas camisas de jogo até a final do Campeonato Piauiense de 2020.

Antônio José Lopes Trindade de Sousa era casado, deixa esposa e dois filhos, sendo um homem e outra mulher.

Confira a nota na íntegra

Com profundo pesar lamentamos o falecimento do árbitro da Federação de Futebol do Piauí, Antonio José Lopes Trindade de Sousa. Ele era sargento da Força Nacional no Maranhão morreu nesta sexta-feira (9) durante operação.

Antonio Lopes nasceu 17 de fevereiro de 1973. Como árbitro, iniciou a carreira no curso de 2001. Foi árbitro da Seleção Nacional de Arbitragem por quase 10 anos. Saiu quando completou a idade limite de 45 anos, mas continuou atuando nas competições da FFP, sempre considerado um dos melhores fisicamente.

Lopes apitou o Rivengo na final do Piauiense 2015. No estadual deste ano, foi um dos mais atuantes nos jogos realizados antes da paralisação por conta da pandemia. O último jogo em que atuou foi Picos x Timon, válido pela 9° rodada do estadual.

Nos jogos deste fim de semana realizados pela FFP e CBF será feito 1 minuto de silêncio em homenagem póstuma ao árbitro. Além disso, os árbitros do quadro da CEAF/PI atuarão com um laço preto em sinal de luto nas camisas de jogo até a final do Campeonato Piauiense de 2020.

Antonio Lopes era casado com a senhora Silvânia Helaine das Chagas Silva Lopes e deixa dois filhos, Antonio José Lopes Trindade de Sousa Júnior e Suênia Letícia Silva Lopes.

O presidente da Federação de Futebol do Piauí, Robert Brown Carcará, seus colaborares e os clubes filiados à entidade transmitem sentimentos de pesar aos familiares e amigos do árbitro.

NOTÍCIA RELACIONADA

Sargento da PM morre após viatura capotar na BR 226 em Timon