Política

Flora Izabel lança Joseane Borges para disputar presidência do PT

Joseane Borges é a primeira transexual a conquistar um diploma de graduação no Piauí.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
02/07/2019 14h06

A deputada estadual Flora Izabel disse em entrevista à impresa, nesta terça-feira (2), na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), que a assistente social Joseane Borges vai disputar a presidência estadual da sigla. Joseane Borges é a primeira transexual a conquistar um diploma de graduação no Piauí.

O lançamento da candidatura da assistente social aconteceu na última segunda-feira (1) e contou com a presença do secretário nacional do Partido dos Trabalhadores, Romênio Pereira e do deputado federal pelo Ceará, José Airton. Ambos fazem parte do grupo Movimento PT, da qual Flora também é integrante.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Flora IzabelFlora Izabel

“A Joseane hoje é a gerente de enfrentamento à homofobia no Governo do Estado do Piauí, na Secretaria de Assistência Social e ela é uma liderança há muito tempo do movimento LGBT no estado do Piauí. Foi a primeira travesti no Piauí que foi formada, é assistente social, tem um grande acúmulo partidário e também nos movimentos e é nossa candidata a presidente do PT a nível estadual”, defendeu a petista.

  • Foto: Facebook/Joseane BorgesJoseane BorgesJoseane Borges

Consenso

O secretário de Administração, Merlong Solano, defendeu que os militantes entrem em consenso e lancem apenas um nome para disputar o diretório. Flora, no entanto, defendeu que os correligionários definam o nome para comandar a sigla por meio democrático.

“Esse é um processo altamente democrático, não é um deputado ou a cúpula do partido que indica seus presidentes. Isso faz com que um debate político fortaleça a discussão e isso que é importante na política. A política é a arte de viver na adversidade. Então vamos fazer o debate, vamos para as eleições e é o processo democrático que vai dizer como vamos chegar lá entre setembro e outubro”, concluiu a deputada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Merlong Solano critica polêmicas na disputa pela presidência do PT

Assis quer seguir no comando do PT e deve ir para o embate com Dudu

Cinco deputados piauienses optaram por aposentadoria especial

Mais conteúdo sobre: