Gilbués - PI

Léo Matos é denunciado ao TCE por atraso de 236 contas de energia

O conselheiro Delano Carneiro da Cunha Câmara vai relatar a representação. 

Raisa Brito
Chefe de Redação
29/06/2020 14h37 - atualizado 15h05

O Tribunal de Contas do Estado recebeu representação contra o ex-prefeito de Gilbués, Leonardo de Morais Matos, o conhecido ‘Léo Matos’ (MDB), pelo atraso no pagamento de 236 (duzentas e trinta e seis) faturas de fornecimento de energia elétrica, que ocasionou débito no valor de R$ 248.261,91 (duzentos e quarenta e oito mil, duzentos e sessenta e um reais e noventa e um centavos) junto à Equatorial Energia Piauí.

A representação foi protocolada na última terça-feira (23) pelo atual prefeito Paulo Henrique Nogueira Mascarenhas, mais conhecido como ‘Maninho’, e pede a reprovação das contas do ex-prefeito relativas ao exercício de 2020, bem como a imputação de débito no montante apurado, acrescido de juros e multas suportados pelo município devido ao atraso das faturas de energia.

  • Foto: Facebook/Léo MatosLéo MatosLéo Matos

O conselheiro Delano Carneiro da Cunha Câmara vai relatar a representação.

O prefeito Maninho assumiu a prefeitura de Gilbués após a Câmara Municipal julgar extinto o mandato de Léo Matos, acusado de fazer parte do quadro societário de uma empresa privada, o que é vedado pela Lei Orgânica do Município.

Outro lado

Léo Matos não foi localizado pelo GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Léo Matos é afastado do cargo e vice assumirá Prefeitura de Gilbués

Desembargador suspende decisão e Léo Matos reassume Prefeitura de Gilbués

Tribunal de Justiça mantém cassação do prefeito Léo Matos

Mais conteúdo sobre: