Teresina - PI

Polícia Civil investiga morte de motorista agredido na PI 115

Os agressores devem responder por lesão corporal seguida de morte, devido à extrema violência com que a vítima foi agredida pelos autores da ação.

Davi Fernandes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
07/05/2019 20h43 - atualizado 20h51

Em entrevista ao GP1 nesta terça-feira (07), o Gerente de Policiamento Metropolitano, delegado Sebastião Alencar, falou sobre o andamento das investigações da morte do motorista Gutemberg Paiva Rodrigues, 54 anos. Ele morreu no hospital após ser brutalmente agredido por homens na PI 115.

Segundo o delegado Sebastião Alencar, testemunhas ainda serão ouvidas para que o inquérito seja concluído. A conclusão do inquérito vai ficar sob a responsabilidade do delegado titular do 17º DP de José de Freitas, Divanilson Sena.

“Tem o inquérito que já está sendo investigado pelo delegado Divanilson Sena, desde o dia que ocorreu o fato, com a morte da vítima foi solicitado o exame cadavérico e a conclusão vai ser com os relatos dos autores da agressão. Por causa da morte, já pode ser solicitada uma prisão preventiva dos acusados, porque foi um crime de extrema violência, o motivo foi apenas uma discussão de trânsito e pelas circunstâncias, com as provas testemunhais, com as imagens e como foi a agressão pode sim ser pedida a prisão preventiva”, informou o delegado.

  • Foto: DivulgaçãoGutemberg Paiva RodriguesGutemberg Paiva Rodrigues

Os agressores devem responder por lesão corporal seguida de morte, devido à extrema violência com que a vítima foi agredida pelos autores da ação.

Familiares pedem justiça

Nesta segunda-feira (06), foi realizado o sepultamento da vítima. Gilmar Paiva, irmão de Gutemberg, relatou emocionado ao GP1, que desde o dia do ocorrido, sua família não consegue ter sossego, devido à brutalidade na qual seu irmão foi agredido. A vítima estava conduzindo um ônibus, que se envolveu em uma colisão leve. Em seguida, os três ocupantes do carro desceram do veículo, iniciaram uma discussão e depois começaram a agredir a vítima com chutes, socos e pancadas com uma barra de ferro. Gutemberg ficou com o braço quebrado em quatro lugares ao tentar se defender das agressões.

“Desde o Domingo de Páscoa, quando aconteceu esse episódio, não temos mais sossego dentro de casa, os agressores acabaram com a família da gente, vamos procurar superar isso. O que aconteceu foi que meu irmão triscou no retrovisor do carro de um rapaz na PI 115 e em seguida eles já vieram ao ponto de agressão contra meu irmão, fraturaram o braço dele em quatro lugares com uma barra de ferro e desencadeou nisso. A gente esperava pelo menos a vida do meu irmão, entramos com a abertura de inquérito, o delegado do caso ainda vai ouvir as partes, esperamos que haja justiça. O meu irmão era muito bom, praticamente uma pessoa inofensiva, cidadão pacato, amigo e foi agredido sem saber o motivo, chegaram em uma selvageria monstra, meu irmão até se dispôs a pagar o dano que teve no carro. Agora vamos ver se a gente consegue sossegar”, relatou Gilmar.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Gilmar Paiva, irmão de GutembergGilmar Paiva, irmão de Gutemberg

Duas semanas internado no HUT

De acordo com os familiares, após sofrer as agressões a vítima deu entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde ficou internada desde o dia 21 de abril. Na unidade, a vítima passou por cerca de quatro cirurgias. Na última sexta-feira, 3 de maio, foi realizada a quinta cirurgia. Gutemberg sofreu uma parada cardiorrespiratória, acabou não resistindo e morreu no domingo.

Entenda o caso

Na tarde do domingo de Páscoa, 21 de abril, um homem identificado como Gutemberg Paiva Rodrigues foi brutalmente espancado por três indivíduos após um acidente na PI-115, sentido José de Freitas à Cabeceiras (PI). Gutemberg, de 54 anos de idade, conduzia o ônibus envolvido no acidente.

Conforme a Polícia Militar de José de Freitas, a vítima estava conduzindo um ônibus, que se envolveu em uma colisão leve, onde apenas encostou em um carro de passeio. Em seguida, os três ocupantes do carro desceram do veículo, iniciaram uma discussão e depois começaram a agredir a vítima com chutes e socos. Gutemberg ficou com o braço quebrado em quatro lugares ao tentar se defender das agressões.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Motorista de ônibus é brutalmente agredido após acidente na PI-115

Motorista de ônibus que foi espancado após acidente morre no HUT

Motorista agredido na PI 115 é sepultado sob forte comoção em Teresina

Mais conteúdo sobre: