Teresina - PI

Wilson Brandão diz que retomada da economia deve ocorrer na hora certa

"Tem que ser com precisão cirúrgica, porque pode acontecer que se decidida no momento errado, voltar uma segunda onda do vírus”, ponderou o secretário durante entrevista à nossa reportagem.

Germana Chaves
Teresina
16/06/2020 11h13 - atualizado 11h33

O secretário de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis (Seminper), Wilson Brandão (Progressistas-PI), que é deputado estadual licenciado, disse que será necessário ter precisão cirúrgica para definir o momento mais adequado para iniciar a flexibilização das atividades econômicas, suspensas no Piauí desde março devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Nesses quase três meses de quarentena, apenas os setores considerados essenciais estavam autorizados a funcionar.

Brandão já havia declarado ao GP1 que defendia a reativação comercial, feita de forma responsável e gradual. “Talvez seja o momento mais difícil e complexo para os gestores, técnicos, infectologistas e epidemiologistas. É saber a hora certa para flexibilizar. Tem que ser com precisão cirúrgica, porque pode acontecer que se decidida no momento errado, voltar uma segunda onda do vírus”, ponderou o secretário durante entrevista à nossa reportagem nessa segunda-feira (15).

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wilson BrandãoWilson Brandão

O secretário da Mineração também apelou para o bom senso dos piauienses e lembrou que será em vão todo o trabalho desenvolvido pelo poder público até aqui se a população não colaborar seguindo todas as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como dos demais organismos de saúde do País.

“Os protocolos têm que ser muito bem elaborados e a rotina deve voltar paulatinamente. Mas de nada adianta o poder público fazer a parte dele se não houver a consciência da sociedade em evitar aglomerações, manter o isolamento e o distanciamento social”, alertou o deputado.

Três setores

Há mais de uma semana, o governador do Piauí Wellington Dias (PT-PI) anunciou a flexibilização de três setores da economia: construção civil, concessionárias de veículos automotores e setores da saúde. Mas para que isso ocorra, as empresas terão que apresentar protocolos específicos com todas as medidas que serão adotadas para evitar a disseminação da covid-19.

NOTICIAS RELACIONADAS

Wilson Brandão defende flexibilização de atividades econômicas

Wellington Dias afirma que vai manter decisão de flexibilizar atividades

Wellington discute retomada de atividades econômicas com deputados

Wellington Dias apresenta regras para retomar três atividades econômicas